quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

As Gémeas - Saskia Sarginson

A história das duas filhas de Rose, uma mãe solteira de espírito livre dos anos 70, é, maioritariamente, contada pela voz de uma das pequenas, que nos narra tanto o passado, como os acontecimentos do presente, nos finais da década de 80.

A narrativa é coerente e bem dirigida, levando-nos, pelo seu fio condutor, a ir percebendo, aos poucos e conforme os desejos da autora, os pormenores da história e os seus momentos decisivos.

Somos levados, no tumulto dos sentimentos de Viola, a viajar para os anos 70 e a viver os sentimentos das duas pequenas gémeas, das suas descobertas e da sua vivência como "pessoas estranhas". Todas as recordações estão ligadas ao presente e todos os acontecimentos do presente têm a sua origem no passado. A importância de cada um dos momentos que vivemos, das decisões que tomamos, dos silêncios que fazemos é, para mim, um dos pontos chave deste livro. 

Não se trata de um livro sentimental, nem a autora optou por dar grande ênfase às emoções. Trata-se de uma história bem contada, bem estruturada de duas gémeas que, por um acontecimento em particular, vêm a sua vida de pernas para o ar, acabando por se distanciar, percorrendo rumos de vida opostos.

A narrativa é feita num tom suave e constante, com um fluxo regular de pormenores que vão completando a trama e permitindo-nos construir a história, deixando para o fim, o desvendar dos factos determinantes.

Um bom livro, sem genialidade, mas com muita inteligência misturada a uma boa dose de imaginação.

Sinopse
(retirei da Wook)
Isolte e Viola são gémeas. Inseparáveis durante a infância, tornaram-se adultas muito distintas: Isolte é uma redatora de sucesso numa revista de moda, tem um namorado fotógrafo e um apartamento em Londres; Viola é uma pessoa desesperadamente infeliz e luta há muitos anos contra um distúrbio alimentar. 
O que terá acontecido no passado para que as gémeas seguissem caminhos tão diferentes nas suas vidas? À medida que as duas irmãs começam a esclarecer as tragédias de um verão meio esquecido, segredos terríveis do passado vêm à tona, ameaçando apoderar-se das suas vidas…

Sem comentários:

Enviar um comentário