terça-feira, 22 de novembro de 2016

Mais um passo para a simplicidade: O fim-de-semana

Vamos continuar a simplificar? 'Bora!  Verás como a tua vida irá melhorar. Como os dias fluirão melhor.

Se fizeste o exercício dos 5 dias já começaste o trilho. A caminhada para uma vida melhor já foi iniciada e agora só precisas de continuar. Mas não te esqueças, continua devagarinho. Mantém a vontade de fazer o caminho mas não te dediques de forma obsessiva. Se o fizeres, o mais provável é cansares-te e desmotivares. Um passo de cada vez, saboreando os sucessos e o processo em si mesmo, combinado?
Imagem

Com o exercício do 5 dias descomplicaste 5 áreas da tua vida:

1º dia: Carro - Espaços em que vives
2º dia: Mala/carteira - Vida Pessoal
3º dia: Mesa/gavetas do trabalho - Vida Profissional
4º dia: Telemóvel - Vida Social
5º dia: Banheira/móvel da wc - Bem-estar

Muito bem, agora vamos começar um nível diferente, mais difícil mas também muito mais gratificante. Vamos começar a simplificar o nosso tempo, ou seja, a forma como "gastamos" o nosso tempo, como o utilizamos.

Mas como estamos no início e queremos fazer todo este processo de forma ponderada e sustentável, vamos começar pela forma como vivemos o fim-de-semana.

Ansiamos pelo fim-de-semana durante toda a semana e criamos grandes expectativas para aqueles dois dias, no entanto, a maior parte das vezes, chegamos à segunda-feira de manhã com um sentimento de incredibilidade, "não acredito que já seja segunda-feira! O fim-de-semana passou a correr!!" 

Por isso, a primeira coisa a fazer é seres realista. O fim de semana são 2 dias, tão simples quanto isto. E nesses 2 dias tens obrigações para fazer, não te podes esquecer delas. Ser realista é programares as atividades que queres fazer no teu fim-de-semana tendo em conta que são 2 dias e dentro deles tens tempo que usarás para obrigações. Só o restante é livre para passares como melhores desejas.

Assim e sempre com o pensamento realista deverás:

Analisar os teus compromissos - quais são mesmo obrigatórios? quais são mesmo do teu agrado? Descarta-te de todos os que não sejam nem uma, nem a outra coisa. Lembra-te o fim-de-semana é curto não o desperdices a fazer "fretes".

Analisa e planeia as tuas obrigações - eu sei que todos os fins-de-semana tenho que passar a ferro. Não adianta ignorar. Por isso quando faço planos para o fim-de-semana conto sempre com cerca 1 a 2 horas para passar a ferro. Às vezes organizo-me e passo a ferro logo às 8h00 da manhã de domingo e às 10h00 já estou livre para outras coisas, outras vezes quero sair logo de manhã então deixo a tarefa para o fim de tarde. 

Pergunta a ti próprio o que te faz falta - se passares o fim-de-semana a fazer algo que não é aquilo que precisas, sentir-te-ás estafado no final do domingo. Se estiveres a precisar de sossego e alguma reclusão, num tempo mais íntimo, e passares o fim-de-semana no centro comercial ou em festas, quando chegares à noite de domingo sentirás que não tiveste fim-de-semana. Se, pelo contrário, estiveres a precisar de convívio e passares o tempo isolado, sentir-te-ás frustrado.

Imagem
Diverte-te - seja o que for que te divertir utiliza uma parte do tempo do fim de semana para usufruíres dessa forma. A diversão é parte fundamental no nosso bem-estar. Tendemos a menosprezá-la e a considerá-la um momento não produtivo, mas garanto-te que essa perceção é um erro e causa, a maior parte das vezes, uma tristeza contínua, miudinha que pode resultar em depressão. Tanto o descanso como a diversão são indispensáveis no equilíbrio do ser humano, tornando-o mais capaz e mais produtivo.

Deixa espaços em branco - não planeies todas as horas dos dois dias, deixa espaço para poderes descansar e para imprevistos. Não deixes que a vontade de estar em fim-de-semana te leve a sobrecarregares a tua agenda durante esses dois dias. Relaxa e descomprime. Deixa que o tempo passe mais devagar e sem tanto stress como é saltar de um encontro para outro.

Assim escrito até parece que é mais complicar do que simplificar, não é? Mas na realidade não é. Inicialmente este tipo de "plano" exige alguma concentração, mas depois passa a ser intuitivo e começas a conseguir fazê-lo sem grandes reflexões. Quando assim for, verás que quando chegar à noite de domingo sentir-te-ás mais realizado e satisfeito, com uma vontade redobrada de iniciar a semana.

Chegar ao fim-de-semana não deve ser o nosso objetivo semanal, porque se assim for significa que os cinco dias da semana não têm valor para nós e isso é deixar a vida passar. O fim-de-semana é isso mesmo, são os dias com os quais a semana termina, que servem de transição entre duas semanas e nos quais temos mais tempo livre, juntamente com todos aqueles de quem mais gostamos.

Aproveita-os com sabedoria e simplicidade! 😉


Sem comentários:

Enviar um comentário