quinta-feira, 25 de junho de 2015

Pilar | Vida Saudável

Corpo são em mente sã. 

Esta é a ideia base do pilar Vida Saudável que defini para me ajudar a manter o foco no meu Rumo Pessoal.

Com ela pretendo manter estável o meu corpo, enquanto organismo que sustenta a minha existência. Não pretendo tê-lo perfeito, nem ter um corpo espectacular, nem fazer uma alimentação cheia de regras e restrições. O que procuro é ouvir o meu organismo nas suas manifestações, por vezes tão discretas, para perceber o que ele precisa para se manter capaz de eu existir com saúde e com energia para fazer as actividades que sinto como importantes.

Imagem
É, portanto, uma relação estreita, o corpo fala à mente o que precisa e a mente informa-me sobre o que é preciso para manter as actividades e a disposição saudável.

Sim. Eu distancio-me do corpo e da mente. Eu, eu propriamente dita, não me identifico nem com o meu corpo, que não é mais do que uma máquina bem oleada e de perfeita criação, nem com a minha mente, que não é mais do que um computador que transmite e processa informações. Mas eu não sou nem um nem o outro, eu sou a minha alma, o meu espírito, eu sou o que sinto através da minha energia.

Talvez por isto, para mim seja tão simples a ideia de ter de cuidar do meu corpo e da minha mente, para mantê-los sãos e, ao mesmo tempo, reconhecer que eu posso, percebendo-os, levá-los a uma performance excepcional para os meus intentos de vida.

Bem, assim sendo o que considero relevante no pilar de vida saudável?

Quando refiro que o meu foco se mantém neste pilar, como uma estrutura de apoio ao meu Rumo Pessoal, estou a querer significar que dou importância a:

- ter uma alimentação cuidada e de acordo com as necessidades do meu organismo e da minha mente, procurando retirar-lhe tudo o que constatar que não traz benefícios ou que prejudica (mas atenção não sou radical, o gelado não traz benefícios físicos, mas traz benefícios mentais, é agradável, dá prazer e pode ser um momento muito especial no meu convívio, por exemplo, com a minha filha. Nada como sair do trabalho ir buscá-la e sentarmo-nos num parque a deliciarmo-nos com um gelado antes da brincadeira começar.)

Imagem
- ter uma higiene cuidada (higiene corporal, higiene oral, higiene material - espaços onde estou habitualmente e coisas que tenho - , higiene mental. Sim, pois, higiene mental. De que serve termos tantos cuidados para não termos os dentes estragados, quando temos pensamentos totalmente poluídos? Se retiramos a questão da imagem, é preferível ter uma mente saudável e os dentes estragados do que o contrário.)

- promover o bem estar físico (acompanhamento médico regular, exercício físico e ar livre.)

- cuidar da hidratação, quer pelo consumo de líquido, quer pelos cuidados com a pele e com o cabelo (colocar creme na cara e no corpo, fazer uma máscara para o cabelo, tudo isto é hidratação e para mim são tudo cuidados básicos.)

- manter a alegria (este é o aspecto que mais esforço exige e com ele procuro ter sempre pensamentos positivos, manter a tranquilidade, ter um espírito flexível, dar importância aos pequenos pormenores e manter-me sempre consciente da gratidão que sinto por existir e pelo que a vida me tem dado.)

- respeitar o descanso que a minha mente e o meu corpo precisam (esta é a base fundamental de tudo. Preciso manter o descanso, quer em horas de sono, quer em momentos de pausa diária. Para isso é preciso escutar o que o corpo e a mente nos dizem, com muita, muita atenção.).
É assim. Estas são as traves-mestre do Pilar Vida Saudável. 

Poderia decompor cada uma delas em muitos pormenores, mas acho cansativo e desnecessário. Fica a ideia geral. 

Quanto às escolhas que tenho feito, com vista a este pilar, ficam para um post futuro, onde gostaria de articular todas as actividades a que me dedico para os quatro pilares, já que se articulam entre si.


Até lá.

Sem comentários:

Enviar um comentário