quinta-feira, 8 de março de 2018

Gestora de Família | Os recursos

Olá! Depois de uma pausa, cá voltamos nós à Gestora de Família. Tínhamos visto que o percurso para passarmos de Dona de Casa a Gestora de Família implicava identificar as Pastas e conhecer a Equipa. Agora, para prosseguirmos um caminho bem sustentado, devemos fazer um levamento dos recursos que temos ao nosso dispor e daqueles que precisamos adquirir para uma gestão mais eficiente.

Comecemos pelo mais fácil. Para que a tua gestão seja segura e eficiente há uma ferramenta que é indispensável, a agenda. É muito importante que tenhas os teus compromissos apontados e que os possas consultar facilmente. A agenda serve para isto. Para teres controlo sobre o teu tempo e sobre aquilo que acontece na tua vida. Caso contrário corres o risco de marcar um café no final de tarde com uma amiga no dia em que tinhas de devolver os livros da biblioteca. Certo, consegues fazer as duas coisas, mas precisas mesmo de viver esse stress e correria? Podes optar uma agenda em papel, ou eletrónica, como preferires, o importante é que tenhas uma!

Podes até nem gostar, mas um planner ou o bullet jornal seriam também uma grande ajuda. Através do planner poderás ter uma visão estratégica sobre as grandes áreas da tua vida e poderás acompanhar o progresso que estás a fazer e tomar decisões mais conscientes. Pelo bullet jornal conseguirás ter um planeamento mais fino do teu dia-a-dia, conseguindo bastante controlo dos teus vários projetos.
Estas são as ferramentas base, agora cabe-te analisares a tua vida, a tua família e decidires quais são as ferramentas que precisas para conseguires gerir tudo com o menor esforço possível. Eu por exemplo, gosto ainda de ter o Evernote para gerir projetos e uma lista de compras template para facilitar as compras mensais. A escolha é tua, afinal a gestora és tu.
Mas os recursos não se ficam por aqui. Há também os serviços que podes adquirir se tiveres a capacidade financeira e a oportunidade. Por exemplo, engomar as camisas era uma tarefa que me ocupava uma boa parte do fim-de-semana. Pesando os prós e os contras, decidi-me por contratar os serviços de uma engomadoria que cobra menos de 1€ por camisa e que fica bem perto do meu trabalho, de modo que não me exige deslocações nem atrapalha o meu quotidiano. Assim sendo, considerei que 1€ por camisa valia bem o tempo que poupava. Tu poderás verificar que o take away irá salvar o teu dia, ou que um serviço de limpeza poderá significar uma casa sempre limpa sem esforço. 

Estes são os recursos principais, ferramentas base e serviços, no entanto há ainda um conjunto de análises e decisões que podes fazer que poderão revelar-se decisivas na tua gestão. Por exemplo, uma Bimby ou Yammi, ou esse tipo de robots serão úteis na otimização do teu tempo? Claro que deverás sempre avaliar a relação custo/benefício, mas não te podes esquecer de confrontar as possibilidades com as tuas prioridades. Poderás também avaliar os locais onde farás as compras, ponderando qualidade dos produtos/preço/tempo que levas a fazer as compras.
Poderia continuar, mas acredito que já ficaste com uma ideia e tu, melhor que ninguém, conseguirás avaliar os recursos possíveis na tua vida. Pelo que tenho visto há quatro fatores preponderantes da análise dos recursos e deverás tê-los sempre presente:
- custo
- valor/benefício
- tempo poupado/gasto

- alinhamento com as tuas prioridades

Fico muito curiosa para saber como correu a tua análise. Conta-me nos comentários ou deixa outras sugestões de recursos que te pareçam importantes.

Sem comentários:

Enviar um comentário