quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Escolhe a tua ferramenta

A gestão da nossa vida passa muito pela gestão do nosso tempo e esse não é mais do que o conjunto de horas que temos ao nosso dispor para desenvolver as atividades/tarefas/compromissos a que nos propomos. Ora é pela dificuldade que existe na articulação destas áreas e do tempo que temos que se torna tão importante gerirmos e planearmos, sabiamente, o nosso dia-a-dia, é isto que diferencia uma vida que fluí de uma outra que está presa às urgências e num constante stress.

Esta gestão não é difícil, é aliás muito simples desde que esteja bem apreendida e que seja feita sobre os alicerces corretos. Um ponto fundamental é a ferramenta que usamos para nos conseguirmos gerir e planear. Esta ferramenta tem, e isto é incontornável, de estar de acordo com a tua personalidade. Eu dou-te o meu exemplo. Eu adoro papel, adoro!, (não é por acaso que, para além da leitura, é no scrapbooking que gasto muito do meu tempo livre), no entanto a minha faceta minimalista é mais forte e, muito embora goste do papel, das agendas, dos post'it, a sobrecarga de "tralha", que isso significa para mim, afasta-me das ferramentas física. Quando passei do papel para o digital, como te expliquei aqui, toda a minha organização e planeamento começaram a fluir como nunca tinha conseguido. É certo que ainda me derreto com as agendas que vejo nas papelarias, só me apetece levá-las para casa, mas não o faço, sei bem que o meu perfil não se adapta aquele tipo de registo que considero bastante mais poluído. Preferências, não é?
Imagem

Vou escrevendo que a ferramenta é essencial e vais perguntando, porquê? Acredita, se não utilizares uma ferramenta de planeamento não conseguirás gerir a tua vida de forma a reduzires ao mínimo as urgências, porque farás as coisas quando é preciso e não antes de ser preciso e esta é uma enorme diferença.

Depois de escolheres a tua ferramenta tem atenção a uma coisa, não desesperes nem desistas. A boa utilização de qualquer ferramenta exige um período de aprendizagem. Mesmo se optares por uma agenda em papel deverás ter um período de aprendizagem para explorares as suas potencialidades e a ajustares às tuas necessidades. Claro que se optares por ferramentas digitais o esforço com a aprendizagem será maior, mas, na minha opinião e porque está alinhado com o meu perfil, bem justificado pelas facilidades e agilidades que trará à tua vida assim que saibas utilizá-lo com inteligência.

Bem, depois há também que ter em consideração que poderás ter diferentes ferramentas, desde que as consigas articular de forma eficiente. Na verdade, poderás ter uma agenda e um planner, ou bullet, ou apenas um caderno. O que é importante é que consigas planear e organizar a tua vida, com os teus compromissos, as tuas tarefas, as tuas atividades e os teus projetos.


Sem comentários:

Enviar um comentário