quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Usa-os com intenção

Roupa, acessórios, penteados, maquilhagem, telemóveis, sapatos, carros, óculos e por aí fora, tudo isto são "coisas" que podes usar, mas que se o fizeres deverás fazê-lo intencionalmente. E repara, mesmo se não os usares a sua ausência é, também ela, uma forma intencional de os usares, se bem que pela negativa. Tudo isto são formas de exteriorização de quem nós somos e ganham ainda mais importância porque são escolhas nossas e por isso revelam a intenção que temos em nos afirmarmos perante os outros.
Imagem

Há quem saiba fazê-lo maravilhosamente, sabendo exatamente o que usar e não usar, e como fazê-lo para projetar a imagem que deseja. Se queres que te vejam como uma pessoa desinteressada das questões de moda e beleza, darás pouco uso a bijuterias, a maquilhagem e a acessórios. Mas não penses que com isso estarás a transmitir uma ideia de que não te importas com a tua imagem. Porque meu amigo, não é disso que se trata. Apresentares-te "despojadamente" dá um alerta a todos os que te vêm de que te recusas a seguir a moda e te revoltas com estas "tiranias" da imagem. Mas claro que a preocupação com a imagem que transmites é bem vincada, neste caso de revolta.

Agora, se queres fazer uso de todos estes instrumentos para compores a imagem que irás transmitir aos outros, há dois aspetos que penso serem fundamentais:

- autoconsciência
- noção da realidade

Se não souberes quem és e o que te faz sentir bem, podes esforçar-te ao máximo e até andar na moda, comprar a roupa certa, penteares-te com inteligência, mas dificilmente conseguirás projetar uma imagem coerente, porque aquele tipo não está de acordo com quem tu és. E quando a nossa imagem não é coerente, os outros desconfiam e não aceitam o que vêm como genuíno, logo rejeitam, ainda que o façam inconscientemente. Por isso a autoconsciência é tão importante. Tens que ter consciência de quem és, conheceres o teu estilo verdadeiro, a tua essência para  a poderes trazer para fora.

Bem, bem, mas talvez ainda mais importante é teres noção da realidade. Andares com uns sapatos, o último grito da moda, mas que te causam sofrimento e te roubam toda a energia que precisas para uma dia passado a andar, não é usares as ferramentas com inteligência. Não vais martelar com uma chave de parafusos, pois não? 

Tens que ter noção da tua vida, da tua realidade. Tens um bebé e andas com uma saia branca...pois amiga, vais andar com pequenas nódoas de certeza e a tua imagem não vai ser aquela que tanto desejas.

Mas mais, adoras aquelas calças largas que fazem maravilhas a mulheres magras com 1.70m, mas vais usá-las quando és gordinha e nem chegas ao 1.60m? Usa as ferramentas com inteligência, faz esse favor a ti próprio!

Por isso, meu amigo, usas todos estes maravilhosos instrumentos que temos ao nosso dispor para mostrares aos outros quem tu és, da forma que tu desejas que eles vejam, mas usa-os com intenção, com consciência e com muita noção da realidade.
Imagem

Sem comentários:

Enviar um comentário