quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Dica: Controlar do orçamento familiar

Conseguires ter uma percepção real dos teus gastos e do dinheiro que tens disponível para gastar é essencial para conseguires levar uma vida agradável e sem surpresas e ao mesmo tempo conseguires gozares os teus prazeres preferidos.
Imagem

Mas se és como eu, sempre à nora com as despesas, quando pouca capacidade para decorar preços e gastos, é indispensável que procures um instrumento que te permita fazer esse controlo.

Poderás fazê-lo uma tabela em excel, podes registar tudo numa agenda ou planner, ou encontrar um outro qualquer meio criado por ti. Eu tentei e nenhum resultou perfeitamente, porquê? Porque a própria estrutura do registo estava viciada pela minha forma, distorcida, de ver as finanças pessoais.

Tomando consciência disso, optei por recorrer a um instrumento que saísse da minha área de influência e me obrigasse a olhar os gastos de forma mais lúcida e menos pessoal.

Foi assim que optei pelo Kakebo e confesso-te, muita coisa mudou na minha percepção e na minha forma de encarar e gastar o dinheiro.

Deixo-te a dica! Espreita. Apenas um pormenor, se fores como eu e te organizares por ano letivo, podes sempre optar pela versão do Kakebo sem ano e isso significa que os meses são indicados como mês 1 e 2, por aí a adiante. Assim já não ficarás preso ao janeiro, fevereiro. 😉


2 comentários:

  1. O meu marido ofereceu-me um no Natal passado, mas de tão desorganizada que sou deixei de o atualizar e perdi o fio à meada. Mas, este, é muito bom.

    ResponderEliminar
  2. Olá Dália.
    Vale a pena voltar a pegar. É excelente pois dá-nos uma perspectiva muito realística das nossas finanças.
    Obrigada pela visita.
    Beijos.

    ResponderEliminar